Orelha lavada, infância roubada

R$38,00

É preciso se ter coragem para abordar certos temas. Há que se pisar com cuidado em terrenos lodosos, que se equilibrar com um tipo de firmeza delicada sobre a tênue linha que separa o dito do não dito. Orelha lavada, infância roubada é um livro sem concessões. Sem concessões na linguagem, no modo direto com que a trama se desenrola. Feridas, violadas, despidas, as crianças destas narrativas são fruto de uma sociedade capaz de transformar vítima em algoz, sem que se perceba o momento exato em que a metamorfose se operou. Emulando a estética de jogos infantis, a narrativa costura um romance-conto-poesia, que ultrapassa o desenho interior proposto pelo texto para ir se realizar também na maneira com que este se organiza visualmente no papel. Com a escrita elegante e delicada, Sandra Godinho vai, aos poucos, sem que o leitor perceba, colocando-o como parte da realidade que se desvela aos seus olhos. Algo de terrível tinge-nos os dedos de rubro ao folhearmos a história de Marcelino. Tão familiar ele soa, talvez saltando das páginas de nosso noticiário matutino, que chega a nos afastar da leitura por alguns minutos. Quando se rouba uma infância, rouba-se, igualmente, toda uma vida. Não há redenção diante da leitura de Orelha lavada, infância roubada. Nem para os personagens, nem para o leitor, que, jogado pela autora dentro da realidade que tantas vezes ignora pertencer, também sentirá algo de si roubado.

Paula Giannini

Categoria

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Orelha lavada, infância roubada”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *